All Posts By

admin

Métodos de preparo: conheça o aeropress

Métodos de Preparo: conheça o Aeropress

By | Curiosidades

Continuando com a nossa apresentação dos diferentes métodos de preparo de café, hoje vamos contar um pouco sobre um dos mais recentes: a Aeropress.

Esse método foi criado em 2005, na California (EUA), por Alan Adler, um criativo professor da Universidade de Stanford.

A Aeropress é como se fosse uma grande seringa que faz o café passar por um filtro através da pressão de um êmbolo. Suas partes são:

  • Tubo externo ou Camisa: o pó e a água são misturados dentro dele e depois se insere o êmbolo.
  • Suporte de filtro: essa peça circular se enrosca na base do tubo externo. O filtro de papel se encaixa dentro dela.
  • Êmbolo ou Pistão: peça que corre por dentro da cafeteira pressionando o ar para baixo.
  • Ponta do Pistão: uma tampa que impede que o ar escape ao ser pressionado.

Conheça o Aeropress

Embora o método seja simples e você tenha liberdade de preparar seu café como bem preferir, algumas dicas são importantes para se extrair a bebida com a melhor qualidade possível:

  1. Coloque o filtro de papel no suporte de filtro, rosqueie no tubo externo e escalde toda essa parte para tirar qualquer sabor residual do filtro;
  2. Apoie o tubo sobre o recipiente onde extrairá a bebida (xícara, cafeteira), coloque o café e a água fervente (quando começar a aparecer algumas bolhas) em movimentos circulares – a proporção padrão seria de 25g de pó para 200ml de água, mas isso pode variar com seu gosto por uma bebida mais forte ou mais suave;
  3. Deixe a infusão de 10 a 30 segundos e em seguida mexa suavemente para quebrar a “crosta” de pó de café
  4. Pressione o êmbolo devagar (por uns 25 segundos) até que todo o café esteja no recipiente, sem deixar o êmbolo encostar no filtro. Observação: não deixar o ar que fica no interior do recipiente passar, evita que os sabores amargos passem para a bebida.

 

A bebida resultante deste método é semelhante ao da Prensa Francesa em relação ao corpo e a intensidade do sabor, mas pode variar em relação ao dulçor,  acidez e amargor, em função do menor tempo de infusão que possibilita bebidas mais doces e ácidas. Por outro lado, como também utiliza-se filtro de papel, retém os óleos do café podendo trazer um perfil de sabor de cafés filtrados.

A Aeropress é um método bastante versátil já que, com poucas alterações (tempo de infusão, proporção pó/água, velocidade de filtragem), a bebida final pode apresentar perfis sensoriais bem diferentes e atender a vários gostos!

 

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

Receita Café com Leite Queimado

#SegredoCarneiro Receita de Café com Leite Queimado

By | Receita #SegredoCarneiro

Tem algumas receitas que são ótimas para esquentar esses dias frios e outras que além de esquentarem o corpo, também aquecem a alma… essa receita de Café com Leite Queimado é simples e hoje vou te contar porque ela é tão especial e vem esquentando minha alma desde sempre:

Quando criança, sempre que tinha dor de garganta no inverno úmido e gelado de Itapeva-SP, minha mãe fazia uma delícia de leite queimado para mim. Não sei se melhorava a garganta, mas melhorava meu coração, que ficava quentinho e feliz com aquele carinho de mãe.

Do “leite queimado” puro, para o “café com leite queimado” não precisou muito: era só juntar o carinho da minha mãe com o do meu pai (sim, eu achava que meu pai “fazia” café) e desse amor de família nasceu essa bebida para aquecer o coração, a alma e o corpo.

E mais do que contar um pouco da tradição da família Carneiro, olha só a simplicidade para esse Café com Leite Queimado:

 

Ingredientes

  • Café Carneiro feito bem forte
  • 1 colher (sopa) de açúcar demerara
  • 1 colher de açúcar mascavo
  • Canela e noz moscada para “temperar”
  • 1 xícara de leite

Modo de Preparo

Coloque os açúcares para “derreter” em fogo alto e assim que começar a borbulhar acrescente o leite (se o açúcar “queimar” muito pode amargar a bebida). Tempere com um pouquinho de canela e noz moscada (se você gostar, é claro) e depois é só colocar o Café Carneiro e deixar a alegria tomar conta de você!

 

O que achou do #SegredoCarneiro Café com Leite Queimado? Essa receita faz parte do nosso baú de segredos da geração Carneiro. Portanto, se fizer aí na sua casa, tira uma foto, compartilhe em suas redes sociais, marque @cafecarneiro com a #SegredoCarneiro, vamos adorar te acompanhar!

Tem alguma receita com café para indicar? Entre em contato conosco para compartilharmos aqui em nosso blog com o seu nome!

Métodos de preparo: conheça o Hario V60

Métodos de preparo: conheça o Hario V60

By | Curiosidades

Os métodos de filtração são os mais usados no dia-a-dia para o preparo do café na maioria dos lares brasileiros. Já comentamos sobre a escolha de filtro , mas você sabia que o tipo de suporte de filtro interfere na qualidade da extração da bebida?

Hoje vamos contar um pouco sobre o Hario V60, você conhece esse método?

O Hario V60 é um suporte de filtro similar aos convencionais. Hario é o nome da empresa japonesa que desenvolveu o filtro usando vidro 100% natural. Sempre em evolução, o filtro já foi produzido em cerâmica, plástico e metal. Uma das versões mais recentes, desenvolvida em cobre, faz com que o filtro entre rapidamente em equilíbrio térmico com a água melhorando ainda a mais a extração da bebida.

Embora se pareça com os filtros convencionais, são as diferenças que tornam o Hario V60 um filtro especial:

  • O formato cônico com um ângulo de 60o (daí o V60 do nome) que faz com que o tempo de contato da água com o pó de café seja maior, prolongando o tempo de extração, podendo proporcionar uma bebida mais encorpada;
  • A presença de ranhuras em espiral em sua parede interna que proporcionam maior aderência do papel, ajudam a evaporação dos gases e consequentemente na maior expansão do pó de café, melhorando a extração dos compostos aromáticos;
  • Uma abertura bem maior na base que permite variações da intensidade da bebida em função da velocidade do fluxo de água despejada no pó. Ao colocar água lentamente, a bebida fica mais intensa e encorpada. Ao aumentar a velocidade, a extração acelera e a bebida fica mais fraca;

#DicaCarneiro Para ter maior controle do resultado da extração da bebida, utilize uma chaleira de bico fino (ou “bico de ganso”) para despejar a água sobre o pó em movimentos circulares, controlando mais facilmente a velocidade da água.

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro

mito ou verdade: borra de café é benéfica para plantas?

Mito ou Verdade: borra de Café é benéfica para plantas?

By | Curiosidades

Você já deve ao menos ter ouvido falar que borra de café pode ser usado como adubo, não é? Uma busca pela internet e várias informações podem aparecer sobre o tema.

Facilitamos a sua vida e fizemos aqui um resumo do que você pode ou não fazer com suas plantas usando café.

A borra de café pode ser usada como adubo por conter vários nutrientes para as plantas, um deles é o nitrogênio, por exemplo. Mas é preciso cuidado com o excesso e com a forma de colocá-la, pois se errar na quantidade, a borra pode destruir sua planta!

Portanto, use sempre em pequenas quantidades, espalhadas ao redor da planta e, se possível cubra com uma camada de folhas (se a plantação for no solo ou vazo grande) para equilibrar a mistura. Em vasos pequenos, aplique o mínimo que conseguir. A melhor forma para seu uso é na compostagem, preferencialmente com outros materiais marrons como folhas e gravetos; a quantidade de borra não deve ultrapassar 20% do total da compostagem em peso para não desequilibrar o adubo e garantir o melhor para sua planta.

Há também quem use a borra para espantar algumas pragas. Embora não haja estudos científicos comprovando sua eficácia, os conhecimentos passados de geração em geração não precisam ser desprezados. Você pode misturar a borra de café com cascas cítricas (laranja, limão, tangerina) e espalhar pela horta ou jardim, mas lembre-se de nunca exagerar na quantidade!

Outra forma é aproveitar o resto de café que esfria na garrafa térmica ou na cafeteira, desde que esteja sem açúcar! Sabe como? Você pode diluí-lo na proporção de 1 xícara de café preparado com mais ½ xícara de água e borrifar nas plantas, sempre com cautela e sem exceder na frequência.

É muito importante observar o comportamento da planta depois do uso da borra ou do líquido com café. Lembre-se que cada planta tem uma necessidade e pode precisar de nutrientes específicos. Observe nas plantas pequenas, se notar que a planta “não gostou” ficando amarelada, com folhas sem viço, retire qualquer resquício de borra.

Por fim, enquanto aprecia as duas plantas, que tal preparar para você e sua família uma xícara de Café Carneiro?

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

Métodos de preparo: conheça a Cafeteira Italiana

Métodos de preparo: conheça a Cafeteira Italiana

By | Curiosidades

Hoje vamos falar da Cafeteira Italiana, cujo método de preparo está baseado na extração da bebida através do vapor d’água. Isto é: a água de um recipiente evapora, passando pelo pó de café, extraindo os componentes de aroma e sabor e se condensando num recipiente superior, formando a bebida.

Esse método é o primórdio do café espresso, que extrai uma bebida bastante encorpada, mas ainda sem a crema (a espuma que fica na superfície do espresso).

A Cafeteira Italiana, ou melhor, a Moka Italiana foi inventada em 1933 por Alfonso Bialetti. O modelo original octogonal com cintura estreita, sofreu poucas modificações ao longo dos anos. Estima-se que 90% dos lares italianos tenham ao menos uma dessas cafeteiras!

E por que este método faz tanto sucesso? Basta juntar praticidade e uma bebida forte e encorpada e está respondido!

A seguir, seguem os passos para você preparar um delicioso cafezinho na cafeteira italiana, a queridinha dos italianos, em casa:

  •  Encha o recipiente inferior (A) com água filtrada até a marcação indicada;
  • Preencha completamente o filtro (B) com o pó de café, compactando-o levemente com o dorso de uma colher e sem deixar excesso nas bordas;
  • Feche com o recipiente superior (C) e atente-se para não mover muito a cafeteira para evitar que a água do recipiente molhe o pó de café;
  • Leve ao fogo médio e quando começar a ferver (você saberá pelo barulho do vapor), abaixe o fogo. Isso evita que a bebida tenha uma acidez indesejada;
  • Retire do fogo assim que o barulho da fervura da água diminuir se tornando intermitente

Confira na imagem as marcações A, B e C, indicada em nosso passo a passo:

marcações cafeteira italiana

Para esse tipo de preparo, você pode usar o Café Carneiro Tradicional ou o Café Carneiro Espresso em grão (entre em contato conosco para adquiri-lo) e moê-lo numa moagem média.

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

 

Café faz cabelo crescer?

Mito ou Verdade: Café faz o cabelo crescer?

By | Curiosidades

Uma rápida busca pela internet e você vai descobrir várias maneiras de usar o pó de café para fazer maravilhas com seu cabelo! Tem desde dicas para fazê-lo crescer até para hidratá-lo!

Mas será que funciona mesmo?

Acreditem, artigos científicos mostram que a cafeína – um dos principais componentes do café – é eficaz em tratamentos capilares. A cafeína age nos folículos capilares estimulando a produção e a saúde dos fios. No entanto, os estudos mostram o uso da cafeína anidra (pura) aplicada diretamente em loções como em xampus e cremes, e não do pó de café!

A grande diferença aqui é a quantidade da substância e a sua biodisponibilidade, ou seja, a capacidade que ela tem em agir no nosso corpo.

Mas dá para aproveitar nosso queridinho em receitas caseiras que, certamente, não farão mal nenhum aos seus cabelos. Lembrando, como já comentamos em posts anteriores (antioxidantes e máscara de café), além da cafeína o café também contém antioxidantes e óleos essenciais que podem auxiliar na limpeza e hidratação dos fios.

Separamos algumas dicas para você cuidar do seu cabelo em casa:

– Para ajudar no crescimento: misture uma colher de sopa de Café Carneiro em 250 ml de xampu natural (sem sódio e sem sulfatos) e deixe descansar por 1 dia. Lave seus cabelos com a mistura massageando o couro cabeludo com as pontas dos dedos. Deixe agir por 5 minutos, enxágue e use o condicionador de sua preferência.

– Para ajudar a hidratar: misture o pó de Café Carneiro com óleo de coco até formar uma pasta. Após lavar os cabelos, aplique a pasta nas camadas do seu cabelo, sempre massageando para ajudar na fixação. Cubra com um filme plástico e deixe agir por pelo menos 20 min. Enxágue e deixe secar naturalmente.

Mas a dica mais importante é: se você tem qualquer problema capilar, procure um dermatologista! Só um profissional da saúde pode orientá-lo no uso adequado de substâncias específicas para o seu cabelo.

 

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

Por que utilizar a prensa francesa?

Métodos de preparo: conheça a Prensa Francesa

By | Curiosidades

Para muitas pessoas o ritual de preparar o café pode ser tão prazeroso quanto apreciar o sabor dessa bebida tão querida. São diversos os tipos de preparo e de equipamentos para se preparar um delicioso café. Métodos tradicionais e novas tecnologias convivem amigavelmente nos dias atuais. E a escolha pode depender de um gosto pessoal, da disponibilidade de equipamento e do café adequado.

Em relação ao gosto pessoal, a escolha será influenciada se você gosta de um café mais intenso e encorpado, como um espresso por exemplo, ou mais suave como um coado (já conversamos sobre isso aqui). Mas há variações desses métodos e opções intermediárias que mostraremos a seguir.

Para começar, vamos falar da Prensa Francesa – French Press ou Cafetière. Embora o método seja clássico, a prensa se popularizou atualmente com equipamentos de design elegante e moderno. O equipamento consta de um recipiente de vidro e um filtro de metal preso a um êmbolo. A extração da bebida acontece pela infusão e filtragem em filtro de metal, o que confere à bebida um sabor intenso devido à presença de óleos essenciais que nos métodos coados tradicionais ficam retidos nos filtros (sejam de pano ou papel). A leve pressão no momento da extração também pode produzir uma suave espuma semelhante à do espresso, mas em quantidade bem menor. É um método de intensidade de sabor intermediária e ótimo corpo de bebida.

Como preparar  o seu café na Prensa Francesa?

Primeiro escalde o recipiente de vidro enquanto esquenta a água para o preparo da bebida. Depois de escaldar, seque o recipiente e coloque o pó até a indicação desejada. Acrescente a água quase fervente (sempre use água filtrada ou mineral) e mexa para que todo o pó fique submerso na água. Tampe com o filtro em pressiona e espere 4 min. Então vá abaixando o êmbolo até que toda bebida esteja filtrada. Sirva imediatamente.

Para esse método o ideal é usar um café com moagem média, para isso temos o Café Carneiro Espresso que vem em grão e você pode moer na sua casa. Se você é de Itapeva e região, entre em contato conosco para saber como adquirir seu café em grão. Se você for de outra cidade, vendemos pelo Mercado Livre, é só clicar aqui ou aqui. Mas, se você quiser usar o Café Carneiro Tradicional já moído, também pode, porém, deixe menos tempo em infusão, somente 3 min e saiba que haverá um pouco mais de resíduo de pó na xícara.

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

Especial dia das mães: bolo de cappuccino e canela

Especial dia das mães: Bolo de Cappuccino e Canela #SegredoCarneiro

By | Receita #SegredoCarneiro

A semana de dia das mães chegou e mesmo diante de uma pandemia mundial, é possível encontrar alternativas para deixar o almoço ao lado daqueles que moram conosco ainda mais especial. Uma delas é cozinhar, afinal, um prato seja salgado ou doce, quando preparado com amor, é capaz de conquistar e transformar a ocasião! E revirando o nosso baú de receitas, encontramos um Bolo de Cappuccino e Canela para a sobremesa do próximo domingo, nosso #SegredoCarneiro de hoje é especial dia das mães.

Confira o passo a passo:

Ingredientes

Para a massa:

  • 3 ovos
  • 1 xícara de açúcar
  • 1½ xícara de farinha de trigo
  • ½ xícara de chocolate de Achocolatado Carneiro
  • ½ xícara de leite
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • ½ xícara de Cappuccino Carneiro em pó
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 1 colher (chá) de canela

Para o recheio e cobertura:

  • 4 gemas
  • 200g de chocolate meio amargo (se preferir, pode usar chocolate ao leite), bem picado
  • ½ xícara de Cappuccino Carneiro em pó
  • ½ xícara de água
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 colher (sopa) de margarina

Para umedecer o bolo:

  • 1 xícara de leite
  • 3 colheres de sopa de achocolatado Carneiro
  • ½ xícara de Cappuccino Carneiro em pó

Modo de preparo

Da massa: Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador até obter uma mistura lisa. Coloque numa forma untada e leve ao forno pré-aquecido em 200ºC por aproximadamente 30 minutos. Retire do forno, deixe esfriar um pouco e desenforme.

Do recheio e cobertura: No liquidificador, bata as gemas. Acrescente o chocolate, bata mais um pouco e reserve. Leve ao fogo o açúcar e a água e deixe ferver até formar o ponto fio. Ligue o liquidificador e vá despejando bem lentamente essa calda quente. Vai ficar uma mistura bem lisa, então, acrescente a margarina e bata mais um pouco.

Divida o bolo ao meio e umedeça as duas partes com a mistura do leite/achocolatado/cappuccino. Recheie com ⅓ do creme e o restante deixe para a cobertura. Se gostar, peneire um pouco de chocolate em pó em cima do bolo.

 

Fácil, não é?! Depois que fizer essa receita deliciosa desse bolo de cappuccino e canela, tire uma foto e compartilhe em suas redes sociais marcando o @cafecarneiro com a #SegredoCarneiro.

Confira outras receitas e curiosidades em nosso blog!

Origem do café

Origem do Café: da Etiópia para o Mundo!

By | Curiosidades

A descoberta das primeiras plantas de café é cercada de lendas e misticismo. Alguns acreditam que há relatos até mesmo no Velho Testamento, sendo café o “milho seco” que Abigail deu a Davi e Boaz deu a Rute. Outros estão convencidos de que o “caldo preto” dos Espartanos era café. Petrus de Valle, um historiador italiano, acredita que Helena de Troia e outras mulheres da corte de Priamus afogavam as mágoas com jarros de café. Mas afinal, qual a verdadeira origem do café?

O fato é que, embora a origem do café não seja claramente conhecida, as principais lendas e relatos remontam aos anos 575 a 850 DC, na região onde hoje é a Etiópia. Uma dessas lendas conta sobre um pastor etíope, chamado Kaldi, que percebeu suas cabras ficarem agitadas depois de comer umas frutinhas vermelhas. Curioso, resolveu experimentá-las e constatou que de fato elas o deixaram bastante disposto durante muito tempo. O pastor então, resolveu contar a novidade ao líder religioso local, que aproveitou da experiência para preparar uma bebida quente feita com os grãos secos que o mantinha acordado durante as cerimonias religiosas.

Uma outra lenda sobre a origem do café fala sobre um homem chamado Omar, condenado a morrer de fome no deserto perto da cidade de Mocha, no Iêmen (na península árabe). Uma visão de um belo pássaro o conduziu até um arbusto de onde ele comeu as frutinhas avermelhadas. Isso lhe deu força e disposição para retornar à Mocha, onde sua sobrevivência foi interpretada como um sinal de Deus de poupá-lo para transmitir à humanidade o conhecimento sobre o café.

Na Arábia, a infusão do café recebeu o nome de kahwah ou cahue (ou ainda qah’wa). Na língua turco otomana era conhecido como kahve, cujo significado original também era “vinho”.

Os rumos do café a partir do século XV

A partir do séc. XV o consumo do café se estabelece como uma bebida considerada sagrada pelos muçulmanos, consumida nas mesquitas durante as cerimônias de cânticos de devoção, mantendo quem a consumia sempre desperto e atento. Graças ao bem estar proporcionado, o café era comumente receitado por médicos da época. Já no séc. XVI, o costume de apreciar a bebida em Casas de Café, especialmente na Pérsia e Turquia, tomava proporções consideráveis. O café, um prazeroso estimulante, era associado à sociabilidade, inspirava artistas e inflamava as mentes de estudiosos.

Inicialmente era consumido como uma pasta misturada à gordura animal, como uma infusão preparada com suas cascas e polpa ou com a polpa e o grão ainda verde. Posteriormente, os grãos começaram a ser secos ao sol visando a estocagem por maiores períodos. E finalmente, veio a torração do grão. Não se sabe ao certo como esses passos foram tomados, mas, tendo em vista que o café era objeto de admiração e curiosidade dos cientistas (médicos) da época, é de se imaginar que diversas experiências foram realizadas até chegar ao mais próximo da bebida atualmente consumida.

Conquistando o mundo

No final do séc. XVI a famosa bebida do Oriente Médio atingia a Europa. Os venezianos foram os primeiros a firmar o comércio do novo produto com Meca, não tardando o café conquistar a Itália. Levado para Marselha no séc. XVII, logo atingiu Paris. Nesse mesmo século, Alemanha, Inglaterra e diversos outros países o adotaram. Diante do sucesso alcançado, os árabes cuidaram de impedir que qualquer semente deixasse seu território. Porém, os holandeses conseguiram tal façanha e, juntamente com os franceses, foram os responsáveis pela inicial disseminação do café pelo mundo através de suas colônias na África, América Central e do Sul do séc. XVI ao XVIII. No séc. XIX a jornada do café completava-se no Quênia e na Tanzânia, na época colônias alemãs, ironicamente próximas ao seu berço – a Etiópia – depois de nove séculos circundando o mundo.

Tem alguma dúvida sobre Café? Envie para nós!

Não esqueça de nos acompanhar em nossas redes sociais: @cafecarneiro!

Brigadeiro de cappuccino: fácil e delicioso

Brigadeiro de cappuccino: fácil e delicioso!

By | Receita #SegredoCarneiro

Pensando naquela sobremesa deliciosa para o pós-jantar com os amigos? Encontramos uma receita deliciosa de brigadeiro de cappuccino! Fácil e prático de fazer, a nossa dica é saboreá-lo com um cafezinho Carneiro. Hummm, deu até água na boca…

 

Ingredientes:

– 3 colheres (sopa) de Cappuccino Carneiro;

– 1 lata de leite condensado;

– 1 colher (sopa) de chocolate em pó;

– 1 colher (sopa) de manteiga.

 

Modo de preparo:

Em uma panela, coloque o leite condensado com o Cappuccino Carneiro e o chocolate ao leite. Leve ao fogo baixo e não pare de mexer até desprender do fundo da panela. Retire do fogo, coloque em um prato e deixe esfriar. Com as mãos untadas, enrole as bolinhas e passe-as no pó de Cappuccino Carneiro ou chocolate em pó e coloque em forminhas de papel.

 

Depois que fizer essa receita incrível de brigadeiro de cappuccino, tire uma foto e compartilhe em suas redes sociais marcando o @cafecarneiro!

 

Confira outras receitas #SegredoCarneiro em nosso blog!