Curiosidades

Cafés pelo Mundo: Tóquio

By 27 de setembro de 2021 No Comments

Por: Luciane Carneiro Mendes

 

Quando pensamos no Japão, muitas imagens nos vêm em mente: da tradição milenar à mais alta tecnologia, sushis, cerimônia do chá, quimonos e cerejeiras floridas… Certamente o café não faz parte desse repertório, mas há sim uma relação muito interessante dos japoneses com a nossa bebida preferida…

Embora não esteja entre os países que mais consomem café no mundo (per capta), o Japão é um dos grandes importadores dessa comodity, sendo o quinto maior importador do café brasileiro.

Mesmo com a tradição do chá, o café faz parte da rotina do japonês, principalmente nas grandes cidades, como Tóquio e entre a população mais jovem. Com o crescente aumento do turismo na capital do país, as cafeterias e o consumo tiveram um significativo aumento.

Antes considerada uma bebida exótica, o café consumido no Japão é de alta qualidade e o fascínio japonês pela perfeição contribuiu para o desenvolvimento de diferentes métodos de preparo e acessórios para se chegar a melhor bebida possível. Como já mencionamos em artigos anteriores sobre métodos de preparo, é de lá que vêm as marcas Hario e Kalita, reconhecidas pelos mais exigentes baristas do mundo.

Em 2019, tive o privilegio e o prazer de conhecer Tóquio com meu irmão e meu filho. Foi uma viagem cheias de descobertas e muito café! Semelhante ao que acontece nos Estados Unidos, mas numa proporção muito maior, quando você entra num mercado (de qualquer tamanho) a quantidade de opções de cafés prontos para beber é assustadora: em latas ou em garrafinhas, com ou sem leite, com ou sem açúcar e cappuccinos! Experimentei alguns: de intragáveis a deliciosos, havia de tudo! Há também uma enorme opção de cafés solúveis bons, mas sempre com aquele saborzinho de café solúvel no fundo. Este café pronto para beber é consumido principalmente no deslocamento para o trabalho, que exige uma rotina extremamente puxada.

Há também muitas cafeterias, dos mais diferentes tipos em toda a cidade. Das recentes redes americanas e italianas aos tradicionais cafés japoneses inspirados em mangás. Isso sem falar dos “cat cafés”, que confesso, foi uma decepção. Você paga caro para entrar e ficar alguns minutos, pode brincar com os gatos, mas se quiser tomar um café, paga para pegar um numa máquina de instantâneos… Duas coisas me chamaram a atenção: a primeira é que na maioria dos lugares nos quais tomamos café (nas ruas ou nas estações de metrô) sempre havia um cardápio com opções de café de diferentes procedências e tipos, o que mostra uma bela  diversidade de qualidade; a segunda, são as cafeterias de “porta” – pequenos espaços, com não mais de um metro, no qual você compra o café da calçada mesmo. Normalmente espresso, esses cafés são deliciosos!

Dica para acompanhar um delicioso café: muffin de matcha! Combinação perfeita!

Mas o café não fica só nas bebidas e vai também para iogurtes, sorvetes e sobremesas. Aliás, a gelatina de café é bastante tradicional e muito gostosa. Quer saber a receita? Comenta no post que postamos para você!